Dreamer – photo by Felipe Morozine
Elisabete Finger é performer e coreógrafa. Desenvolve trabalhos que perseguem uma ‘lógica de sensações’ e se ocupam de um erotismo da matéria: um corpo-matéria que se funde, colide, atravessa outras matérias. Foi artista residente na Casa Hoffmann (Curitiba, 2004), fez parte da Formação Essais no Centre National de Danse Contemporaine d’Angers (França, 2005-2006), e do Programa SODA – Solo/Dance/Authorship, mestrado em dança pela HZT/UdK (Berlim – Alemanha, 2010-2011). Foi co-fundadora e integrante do Couve-Flor Minicomunidade Artística Mundial (2005-2012). Tem apresentado seu trabalho em diferentes contextos (dança, performance, artes visuais), em diversos festivais e mostras no Brasil e em outros países, com apoio de instituições brasileiras e europeias como: Itaú Cultural, Festival Panorama, FUNARTE, Ministério da Cultura, Instituto Goethe, PACT Zollverein, Fabrik Potsdam, Uferstudios (DE), Weld (SE) entre outras. Desde 2013 desenvolve o projeto “Discoreografia – Música, Dança e Blá, Blá, Blá” – programas em áudio e vídeo, que tratam das relações possíveis entre música, movimento e processos criativos em artes do corpo (realizado pelo Ministério da Cultura e Instituto Itaú Cultural). Mora em São Paulo.
Performer and choreographer, she lives in São Paulo, keeping ongoing partnerships with different artists worldwide.  She was one of the resident choreographers in Casa Hoffmann (Curitiba, Brazil, 2004), took part in the Essais program in CNDC d’Angers (France, 2005/2006), and concluded the MA SODA program at UdK/HZT (Berlin, Germany 2010-2011). Her pieces pursue a logic of sensations and an eroticism of matter: a body-matter that fuses, collides, traverses other matter. They have been presented in different contexts (dance, performance, visual arts) in Brazil and abroad, supported by Brazilian and international institutions as such: Itaú Cultural, Festival Panorama, FUNARTE, Ministério da Cultura, Goethe Institute, PACT Zollverein, Fabrik Potsdam, Uferstudios (DE), Weld (SE), among others. Her most recent pieces are PUBLIC DOMAIN (made together with Wagner Schwartz, Maikon K and Renata Carvalho about the current episodes of censorship in Brazil) and MONSTRA (a partnership with visual artist Manuela Eichner).

 

 

contato
Produção Carolina Goulart
goulartcarolina@hotmail.com