INHAKA

Uma dança de pessoas, plástico, cabelo, esferas, um ex-pato e outras coisas que não sabemos
Um improvável grupo de pessoas e coisas chega num espaço vazio: três bailarinos, um casulo de plástico gigante, um infinito fio de cabelo, três ovos de metal, uma pena de um pato pink imaginário. Todos esses elementos estão em contato. Tudo se atravessa, se modifica, se transforma. Os mesmos materiais se metamorfoseiam em diferentes constelações, formas, desformas, paisagens e imagens, explodindo possibilidades. NHAKA inaugura um lugar imaginário onde tudo vibra, onde pessoas e coisas tem uma relação mais horizontal e permeável, num exercício de multiplicidade. Abrindo caminho a uma sensibilidade que é muito mais ecológica, crítica e criativa.
Para crianças e adultos
direção e coreografia: Elisabete Finger (BR) |criação e performance: Dinis Machado (SE/PT), Jorge Gonçalves (PT/DE) e Mandi Tiukkanen (SE/FI)| produzido por BARCO (SE), na residência IASPIS/Konstnärnämnden (SE) nos estúdios do Inter Arts Centre (Malmö/SE), em colaboração com o Moderna Museet Malmö.
Esse trabalho é um desenvolvimento da pesquisa iniciada em colaboração com os bailarinos Dinis Machado (SE/PT), Jorge Gonçalves (PT/DE) e Susana Otero (PT), no programa desenhado por Dinis Machado, como curador convidado em 2017, para o Ballet Contemporâneo do Norte (PT) em coprodução com o Weld (SE).

IMG_6885

A dance of people, plastic, spheres, hair, an ex-duck and other things that we don’t know.
An improbable group of different people and things arrives to an empty space: three dancers, a giant plastic cocoon, an infinite hair tale, three metal eggs, and a feather from an imaginary pink duck. They are in touch, chocking, crossing, traversing and transforming each other. A fictional magic ritual, a playful arena or an energetic game. The same materials metamorphose into different constellations, forms, unforms, landscapes and images, blowing up possibilities. An exciting place where everything vibrates, where people and things have a more horizontal and permeable relationship in an exercise of multiplicity, opening up a sensibility that is much more ecological, critic and creative. A playground where different and specific bodies build a multifarious game of what they are, of what they can do, and how they can transform and become.
For children and adults.
a performance by Elisabete Finger (BR/DE) |with Dinis Machado (SE/PT), Jorge Gonçalves (PT/DE), Mandi Tiukkanen (SE/FI) |produced by Barco (SE) | in a residency by IASPIS/Konstnärnämnden (SE) at Inter Arts Centre (Malmö/SE) organised in collaboration with Moderna Museet Malmö.
This work is a further development of a research initiated in collaboration with the dancers Dinis Machado (SE/PT), Jorge Gonçalves (PT/DE) and Susana Otero (PT), within the program designed by Dinis Machado, as invited curator in 2017, for Ballet Contemporâneo do Norte (PT) in coproduction with Weld (SE).